Eurasian Resources Group otimista relativamente ao futuro da energia e dos recursos naturais

27.05.2016

"O setor mineiro demonstrou capacidade de resiliência", afirma o presidente do Grupo, Dr. Alexander Machkevitch

O Eurasian Resources Group (ERG), um produtor líder de recursos naturais diversificados, apresentou as suas perspetivas para os setores da mineração e da energia mundiais no Fórum Econômico de Astana (AEF), um dos fóruns de discussão preeminentes da região com alcance internacional. O Presidente do Conselho de Administração do ERG, Dr. Alexander Machkevitch, salientou as suas visões otimistas do setor mineiro e fez notar que os grandes sempre emergiram dos tempos de crise mais fortes do que nunca.

As últimas previsões econômicas mundiais do FMI anteveem um crescimento lento nas principais economias. A economia chinesa registou um abrandamento face à transição para um novo modelo de crescimento. Contudo, o aumento da estabilidade dos mercados financeiros, a redução das saídas de capital e uma maior estabilidade da taxa de câmbio ajudaram a aliviar algumas das preocupações do mercado desde o início de 2016.


"O mundo está em desenvolvimento. A construção está em curso, impulsionando a procura de aço, cobre e outros metais industriais, sendo esta a razão pela qual acreditamos que o mundo precisará crescentemente de mais matérias-primas. Por este motivo, estamos otimistas", afirmou o Dr. Machkevitch.


"Trabalho para o setor há 25 anos, e observei três grandes crises; todavia, todas as crises foram seguidas de uma recuperação gradual. Já foi estabelecido há muito, e este é invariavelmente o caso, que os negócios com custos baixos sobrevivem enquanto aqueles que têm projetos de elevados custos falham", afirmou. "Já vi estes ciclos muitas vezes no passado e estou confiante quanto à capacidade de reação do setor", afirmou o Dr. Machkevitch.


Com uma carteira de projetos altamente diversificados, uma afetação cuidada dos recursos e o recente refinanciamento da dívida em curso, o ERG está bem preparado para um período de eventual volatilidade prolongada no mercado das matérias-primas. Além disso, os relacionamentos sólidos com os atuais parceiros e a participação do Governo do Cazaquistão no Grupo garantirão o apoio continuado aos objetivos estratégicos do Grupo face ao cenário macroeconômico de incerteza no setor.


O Grupo continuará a desenvolver esforços concertados para consolidar os bons resultados no Cazaquistão, em África e no Brasil e para assegurar uma posição de liderança no setor metalúrgico e mineiro mundial, enquanto a gestão continuará empenhada em garantir respostas imediatas às circunstâncias em mutação com foco sobre as expectativas e os requisitos atuais e futuros dos stakeholders do Grupo.

 

Utilizamos cookies para propiciar uma experiência melhor e mais personalizada ao usuário que navega pelo nosso site. Se você continuar a navegar pelo site sem alterar as configurações, estará concordando com a utilização de nossos cookies. Para mais informações sobre o uso dos cookies, clique aqui.