Projetos de desenvolvimento empresarial

O Eurasian Resources Group tem um potfólio de produtos equilibrado relativamente a materiais metalúrgicos, não ferrosos e energia. O Conselho de Administração revê e otimiza regularmente os planos de negócios do Grupo no que diz respeito às operações e ao fundo de maneio. O nosso programa de investimento de capital é avaliado de forma contínua para refletir as condições de mercado.

A nova Fábrica de Ferro-ligas de Aqtöbe iniciou a produção de ensaio no final de 2014, com uma capacidade anual prevista de 440 kt de ferro-crómio com alto teor de carbono. A capacidade adicional da nova fábrica, baseada em tecnologia avançada, visa impulsionar a produção de ferro-crómio e manter a Kazchrome como um produtor de ferro-ligas de baixo custo.

O portfólio estratégico do Grupo abrange projetos de crescimento em vários departamentos, os quais permitirão essencialmente ao ERG aumentar as suas receitas.

No Cazaquistão, o Eurasian Resources Group planeja construir uma unidade produtiva de ferro briquetado a quente com uma capacidade de 18 Mtpa que possibilitará a entrada no segmento do mercado de minério de ferro em alto crescimento. Uma nova fundição de alumínio aumentará a capacidade de alumínio do Grupo em 140 ktpa, o equivalente a um crescimento de 50%, enquanto a reconstrução de 2 unidades de energia permitirá expandir a capacidade instalada de energia no Cazaquistão em mais 50 MW.

Os investimentos na África centram-se em projetos de expansão de cobre e cobalto, onde o ERG continua a desenvolver a Frontier e retomou recentemente o seu Projeto Roan Tailings Reclamation (RTR). Consideramos que os nossos projetos na África são fatores determinantes do crescimento futuro a nível internacional. Além do Cazaquistão, também a África oferece as melhores oportunidades às empresas interessadas no crescimento estratégico dos seus portfólios, sendo que estamos a fazer investimentos substanciais nos nossos países de acolhimento nesta região. O nosso atual projeto de desenvolvimento mais emblemático é a RTS, uma grande exploração de reprocessamento de rejeitos na República Democrática do Congo, a qual proporcionará ao mercado uma oferta estável a longo prazo de cobalto e cobre "verde" extraído de forma sustentável.

No Brasil, o ERG continua a desenvolver o projeto Pedra de Ferro, um complexo de produção de 20 mtpa de minério de ferro por ano.

METALKOL RTR (PROJETO ROAN TAILINGS RECLAMATION).
BAMIN (BAHIA MINERAÇÃO S.A.).

Utilizamos cookies para propiciar uma experiência melhor e mais personalizada ao usuário que navega pelo nosso site. Se você continuar a navegar pelo site sem alterar as configurações, estará concordando com a utilização de nossos cookies. Para mais informações sobre o uso dos cookies, clique aqui.